sábado

Estória de Pescador ...!

Logo após Mingau Doce - que deixou muitas saudades - passamos para uma outra estória, pois estávamos desenvolvendo o Projeto "Tubarões".

Primeiro fiz uma ampla pesquisa, inclusive solicitei a ajuda de algumas amigas "blogueiras", e aqui vai o nosso (meu, da Juliana, e das crianças) MUITO OBRIGADO , pois cada uma colaborou de uma forma tão incrível :

Jacirinha,artista maravilhosa e de uma generosidade...: http://jacirinha.blogspot.com e que fez os desenhos(veja acima) dos tubarões ...


Hilary, também fantástica e generosa: http://sempreeraumavez.blogspot.com que nos brindou com a música "Tubarão"do CD "O Barquinho" - trilha sonora especialmente desenvolvida para uma peça de teatro da Escola Toque de Araraquara, que trabalha com crianças especiais, e com versos "Peixe-Serra e Tubarão Martelo" de Lalau


Agradeço também ao meu esposo - Rô - pelos desenhos (acima) que fez para as cartelas empregadas para a criação da estória coletiva .

Depois de pesquisas bastante e não encontrar uma estória que falasse de tubarões, resolvi fazer desta "dificuldade" uma "oportunidade de criação", e com o apoio da Profª Juliana conversei com as crianças que não tinha encontrado uma estória de tubarões, mas que NÓS poderíamos criar uma - inédita, só nossa, e em conjunto !!!

Foi o melhor que podia ter acontecido ! A turminha vibrou !

E criamos a "nossa" estória com cartelas - umas eu aproveitei de uma outra atividade, e o Rô completou a nossa coleção, desenhando personagens, locais, situações, que abarcavam o tema.

A estória criada coletivamente é parte integrante e importante do Projeto "Tubarões" que está em andamento, e que estamos postando em outro blog, dê uma espiadinha...

http://bem-bolado-projetos.blogspot.com

Na semana seguite à criação da estória, trouxe para as crianças a estória "O Pescador, o Anel e o Rei " - um conto popular deliciosamente contado por Bia Bedran em seu CD "Bia canta e conta 2".

Não irei trascrever a estória na íntegra pois é um tanto longa, mas vou tentar trazer o principal , resumidamente.

O Pescador, o anel e o Rei (resumo)

Esta estória fala de um pescador que tinha uma fé inabalável. Mesmo quando sua pesca não era boa ele seguia cantando sua cantiga de fé :

"Viva Deus , e ninguém mais...quando Deus não quer ninguém nada faz !"

Mas acontece que o rei daquele lugar era muito vaidoso e poderoso, e não suportava saber que o pescador acreditava que havia alguém mais poderoso que ele, e mandou chamar o pescador , dizendo-lhe que não queria mais que ele cantasse a sua canção.

Propos-lhe então um desafio para provar que ele-rei -podia mais que o próprio Deus: o pescador ficaria com o anel real por 15 dias , e se conseguisse devolvê-lo após este prazo ganharia um tesouro muito grande , não necessitando mais trabalhar para o resto da vida.

Caso contrário ele mandaria cortar-lhe a cabeça na frente de todo mundo.Despachou o pescador em seguida exigindo-lhe que parasse de cantar a canção.

O pescador nada contou para sua mulher , mas pediu que ela guardasse o anel em local seguro, e ela assim o fez.

No dia seguinte , bem cedo , enquanto o pescador estava pescando, chegou à sua casa um mercador que comprava e vendia anéis, e perguntou para mulher do pescador se ela não tinham um anel para lhe vender, e disse que não .

O mercador insistiu tanto e mostrou-lhe um montão de dinheiro, que a mulher acabou vendendo o anel a ele.

Na verdade este era um plano do malvado rei, e o mercador um criado seu disfarçado de mercador.

Quando o pescador chegou e soube do acontecido ficoubdesesperado, contando pra mulher que se não devolvesse o anel sua cabeça iráia rolar,e os dois começaram a procurar em todos os lugares , tentando encontrar o tal mercador.

Lá no castelo o rei - todo satisfeito com o que aprontou- e mandou que o seu criado(mercador) jogasse o anel no fundo do mar para que ninguém mais o encontrasse. E o criado obedeceu.

Mas apesar de tudo, o mercador continuou cantando sua canção, e procurando o anel, e pescando, mas os dias foram passando...

No 14º dia o pescador conversou com a mulher e combinaram fazer uma refeição bem caprichada de despedida, e o pescador conseguiu uma ótima pesca .

Separou um peixe para levar para casa, e vendeu os demais.

Quando estavam comendo o pescador se engasgou, e... o anel ! ele engasgou com o anel ! Muito feliz, e cantando sua cantiga correu até o castelo levando o anel.

O rei não podia acreditar quando viu o anel de volta, tendo-inclusive - que dar o tesouro para o pescador.O rei então, sobiu até a torre mais alta do castelo onde- também ele- começou a cantar a cantiga do pescador :"Viva Deus e ninguém mais, quando Deus não quer ninguém nada faz !"

Na próxima postagem vamos contar como esta estória se desenvolveu, até lá !

"Entrou por uma porta saiu pela outra, quem quiser, que conte outra "

Com carinho, Betty

Um comentário:

mara disse...

Oi Betty,
passando pra ver essa maravilha de blog. Parabéns !!!
Lindo trabalho!
Tenha um ótimo final de semana.
Beijos
Luzimara
http://luzimara.blog.terra.com.br