quinta-feira

O Segredo do Fazendeiro




Havia um fazendeiro que todo ano ele entrava com algum alimento de sua plantação na feira e ganhava o primeiro prêmio com a melhor semente. 
Uma vez um repórter de jornal o entrevistou e aprendeu algo interessante sobre como ele cultivou o milho com o qual ganhou o prêmio.
O repórter descobriu que o fazendeiro compartilhava a semente do milho dele com seus vizinhos.
Surpreso com a descoberta, perguntou o repórter ao fazendeiro:
Como pode você se dispor a compartilhar sua melhor semente de milho com seus vizinhos quando eles estão competindo com o seu em cada ano?
Por quê? Você não sabe?
O vento apanha pólen do milho maduro e o leva através do vento de campo para campo. Se meus vizinhos cultivam milho inferior, a polinização degradará continuamente a qualidade de meu milho.
Se eu quero cultivar milho bom, eu tenho que ajudar meus vizinhos a cultivar milho bom.
O meu milho não pode melhorar a menos que o milho do vizinho também melhore.
Assim é também em nossas vidas:
Aqueles que escolhem estar em paz devem fazer com que seus vizinhos estejam em paz.
Aqueles que querem viver bem têm que ajudar os outros para que vivam bem. Aqueles que querem ser felizes têm que ajudar os outros a achar a felicidade, pois o bem-estar de cada um está ligado ao bem-estar de todos.
Como diria Beto Guedes em sua linda canção, Sol de primavera:
A lição sabemos de cor, só nos resta aprender...