quarta-feira

A Lenda do Amor-perfeito



Conta uma lenda que em tempos remotos as flores do amor-perfeito possuíam perfume intenso e adocicado, que se espalhava por grandes distâncias. 
Eles nasciam livremente e em maior abundância no meio de dourados campos de trigo, como gotas coloridas e perfumadas. 
Tão intenso perfume era muito cobiçado e as pessoas não se intimidavam em penetrar nos campos, destruindo os trigais, para colher o amor-perfeito. 
Com o tempo, a destruição das plantações de trigo e a diminuição das colheitas passaram a gerar falta de alimento nos povoados, o que entristeceu as belas flores.
Os amores-perfeitos, tão alegres e joviais, passaram a viver tristes, pois sabiam que eles eram a causa involuntária desse prejuízo. 

Num belo dia de sol, eles decidiram fazer um pedido à Natureza: olhando para o céu claro, pediram em conjunto que o perfume de suas flores fosse retirado, para que as pessoas não mais destruíssem os trigais para apanhá-los. 
No mesmo momento, o pedido foi atendido.
 Por essa razão, as flores do amor-perfeito, apesar de delicadas e belas, quase não têm perfume. 

Nenhum comentário: