segunda-feira

O Burrinho e o Bezerro - outro conto de Natal !

Quando a Criancinha dormia na manjedoura fazia lá fora um frio terrível. Maria e José procuraram pelo estábulo talos de palha e feno. Com eles cobriram a Criança para que não ficasse enregelada. Assi que ela adormeceu, Maria e José também descansaram. Encontravam-se no estábulo um bezerro e um burrinho. O bezerro estava ruminando, num meio cochilo, e balançava calmamente a cabeça; o burrinho porém não tinha sossego. Ora espantava uma mosca com o rabo, ora coçava o pelo cinzento com o casco. Por fim, acabou ficando de pé e se pos a trotar, dando a volta no estábulo. Chegando perto a manjedoura ele parou. Farejou os talos que havia ali, gostou de seu cheiro, assim como gostou de encontrá-los em tão grande quantidade; e além disso , tinham até posto feno em sua manjedoura.
Calmamente ele começou a comer os talos. Nisto, soprou um vento frio sobre as finas faixas que evolviam a Criança, e esta começou a ficar enregelada. O bezerro então pos a cabeça por cima da manjedoura e bafejou sobre o Menininho seu hálito quente.
Maria acordou bem na hora em que o burrinho apanhava mais um maço de talos. Ela riu : "- Ah , burrinho , que esfomeado você é, para tirar até a palha e o feno da Criancinha que está na manjedoura." Ela coçou atrás das orelhas do bezerro e lhe disse : "- Meu bom bezerro, quando você se tornar uma vaquinha,seu leite vai fazer com que as crianças fiquem coradas e tenham sempre saúde ".Daí por diante, durante o tempo em que ela ficou no estábulo, o bezerro recebeu muitos carinhos.
Por outro lado, quando o burrinho carregou Maria e a Criança pelas areias quentes do deserto, ele pode aprender a dominar sua gulodice, e até passando fome, contentou-se comendo os cardos espinhudos.

Conto retirado de "Lendas da Infãncia de Jesus" - Jakob Streit
Beijos carinhosos, Betty

Um comentário:

Tia Verinha disse...

Olá Betty! Que linda história... Espreite o milsorrisoscoloridos pois tem muita magia de Natal...
Beijinhos e um ano de 2011 cheio de milsorrisoscoloridos